Bom Jesus as Lapa: reviravolta nas investigações das mortes de PMs

Esse é o segundo envolvido na quadrilha de assaltantes que invadiram Bom Jesus da Lapa e mataram dois policiais militares

0
2702
Foto|Reprodução|L12

O setor de inteligência da polícia está mais perto que nunca de desbaratar a quadrilha de assaltantes que no último domingo (22) tentaram explodir bancos na cidade de Bom Jesus da Lapa e acabaram sequestrando e executando os policiais militares Gilberto Lemos Silva Júnior (28) e Everton Oliveira de Santana (26) (REVEJA O CASO). Na manhã de terça-feira (24) o corpo de um homem foi encontrado em Juazeiro/Ba com perfurações de arma de fogo. Após perícia ficou constatado que se tratava de um criminoso, velho conhecido da polícia, identificado como Edgar José Gundim – idade não informada – vulgo Edgar de Nô.

O elemento já havia matado dois policiais no estado de Pernambuco e um no estado da Bahia e integrava a quadrilha de assaltantes que matou os policiais em Bom Jesus da Lapa. O homem é natural da cidade de Cabrobó, estado de Pernambuco. A polícia acredita que ele tenha ficado ferido na troca de tiros com os agentes do BOPE e acabou morrendo durante a fuga e sendo descartado na respectiva cidade de Juazeiro.

O primeiro integrante da quadrilha morto no dia em que trocava tiros com os policiais em Bom Jesus da Lapa, que, apresentava documento com o nome de Tiago da Silva natural de Barreiras, na verdade se chamava Marcelo Alves de França (38) vulgo Célio de Laurita e, também era de Cabrobó. Indicando que ele se utilizava de documento falso para agir na região.

Deixar resposta